Projeto Novos Talentos participa da 2ª Mostra de Atividades na FCEE

São José (29/11/2011) – Habilidade acima da média, criatividade e motivação. Três característica que, juntas, definem o comportamento de uma pessoa superdotada. Cerca de 40 crianças e adolescentes da rede pública de ensino, com estas características, são atendidas no Núcleo de Atividades de Altas Habilidades e Superdotação (Naahs/SC). Para promover os trabalhos e valorizar os alunos, o núcleo promoveu nesta segunda (28) e terça-feira (29) sua 2ª Mostra de Atividades e convidou o projeto Novos Talentos para participar. O evento aconteceu na Fundação Catarinense de Educação Especial (FCEE).

Segundo a coordenadora do Novos Talentos, Márcia Battistella, foi uma oportunidade para que estes jovens conhecessem as ferramentas necessárias para o segmento de games e entretenimento digital. “Mostramos como os jogos são feitos, apresentando a possibilidade que eles têm e descobrindo talentos na área de tecnologia”, relata. Realizado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS) e pelo Centro de Informática e Automação do Estado de Santa Catarina (Ciasc), o objetivo do Novos Talentos é apoiar a descoberta de jovens adolescente em escolas públicas com aptidões para o setor de jogos e entretenimento digital.

Os estagiários do projeto mostraram às crianças do Naahs/SC alguns jogos de demonstração desenvolvidos este ano. Entre eles, o game sobre a história do cinema nacional, lançado em junho durante o Festival de Audiovisual do Mercosul (FAM), e o jogo sobre Cruz e Sousa, apresentado na última quinta-feira (24), no evento de homenagem pelos 150 anos de nascimento do poeta catarinense.

O Naahs/SC é instituído, em parceria com a Secretaria de Estado da Educação, na FCEE. A coordenadora do núcleo, Andréia Panchiciak, conta que o convite para a participação do Novos Talentos surgiu, pois algumas atividades desenvolvidas na instituição são semelhantes com as do projeto da SDS. “Focando em atividades como artes plásticas, literatura, robótica educacional e jogos de desafio”, revela. Segundo ela, esta é uma oportunidade para que os jovens atendidos, com idades entre seis e 17 anos, desenvolverem seu potencial.