Computação em nuvem é tema abordado no seminário de redes sociais

Nesta quinta-feira, 12, segundo dia do 1º Seminário Nacional de Redes Sociais e e-Gov para Administração Pública, em Florianópolis, o presidente do Centro de informática e Automação do Estado de Santa Catarina (Ciasc), João Rufino de Sales, abriu o painel Melhores Práticas de e-Gov no Brasil. Com o tema sobre comunicação e colaboração em nuvem, Rufino falou sobre a parceria do órgão com o Google e o papel da rede social coorporativa.

“O Ciasc é o maior parceiro do Google na América Latina”, contou. De acordo com ele, durante um ano foram testadas várias ferramentas para sistema de computação em nuvem. Em outubro de 2011, o presidente do Ciasc esteve no Vale do Silício, na Califórnia (EUA), para visitar algumas empresas, entre elas, a Google Enterprise. Um dos itens mais importantes durante a visita foi avaliar as questões de segurança e estabilidade das soluções em nuvem providas pela empresa.

Computação em nuvem – O serviço de computação em nuvem, ou cloud computing, consiste na utilização da memória, conteúdos, arquivos e ferramentas via internet Para Roberto Florentino Júnior, da RW3 Tecnologia, empresa parceria da Google Enterprise, a principal vantagem na utilização deste sistema é a redução de gastos com inovação. “Pode-se ter acesso a informações, arquivos e programas num sistema único, independente de plataforma”, conta.

Um estudo realizado em junho deste ano pela Associação Brasileira de ebusiness (ebusiness Brasil) mostra que 56% das empresas já aderiram à computação em nuvem. As aplicações que costumam ir para a nuvem são os e-mails, notas fiscais eletrônicas e sistemas de recursos humanos. Os principais benefícios apontados são as reduções de custo e espaço físico, otimização do tempo, aumento da disponibilidade da infraestrutura em TI e maior foco no negócio.