Santa Catarina lidera ranking de oferta de serviços públicos de forma digital

Foi publicado nesta quinta-feira, 10, o ranking de Oferta de Serviços Públicos Digitais, promovido pela ABEP – Associação Brasileira de Empresas de Tecnologia e o CONSAD – Conselho Nacional dos Secretários de Administração e Planejamento, com o apoio metodológico do BID – Banco Interamericano de Desenvolvimento. Santa Catarina ocupa o primeiro lugar na oferta de serviços públicos de forma digital, ao lado de Minas Gerais.

O governador Carlos Moisés comemorou a posição catarinense no ranking, destacando que uma das principais bandeiras desde o início dessa gestão é exatamente o aprimoramento dos serviços públicos por meio da inovação e tecnologia. “Assumimos o compromisso de transformar o Governo numa estrutura mais enxuta e ao mesmo tempo eficiente. Sabemos que esse processo passa pela migração dos serviços para o ambiente digital, facilitando a vida das pessoas e gerando economia para o Estado”, destaca. 

“A transformação digital tem sido prioridade para o Governo do Estado, por meio da diretoria de Tecnologia e Inovação da secretaria da Administração, em parceria com o Ciasc. Graças a isso, conseguimos manter os serviços do Estado ativos durante o auge da pandemia de Covid-19 e resguardamos a vida das pessoas, evitando deslocamentos desnecessários”, disse o secretário de Administração, Jorge Eduardo Tasca.

O ranking nacional reflete o êxito dos projetos de transformação digital dos Estados de forma comparativa e sob três aspectos: capacidades para a oferta digital de serviços públicos, oferta de serviços públicos por meios digitais e regulamentação sobre modernização para a oferta de serviços públicos.

Serviços Digitais de Santa Catarina

Como resultado do esforço coletivo em disponibilizar os serviços de forma digital, além da implantação do Portal de Serviços SC, estão os programas do Detran Digital, Jucesc Digital, solicitação de licença ambiental pela internet, Delegacia Virtual, matrículas online, uso da plataforma Google Classroom para aulas online pela rede pública, Protocolo Digital, entre outros.

“O projeto de Transformação Digital catarinense tem objetivos bem claros. Somente nos últimos dois anos, mais de cem serviços já foram disponibilizados de forma totalmente digital. Até 2022 vamos alcançar a digitalização de cem por cento dos serviços do Estado”, disse o diretor de Tecnologia e Inovação da SEA- Félix Fernando da Silva.

A posição no ranking de transformação digital será utilizada para composição do ranking de competitividade dos Estados, divulgado periodicamente pelo CLP – Centro de Liderança Pública, em que Santa Catarina tem figurado em segundo lugar nos últimos anos, atrás apenas de São Paulo.