Oferta de serviços públicos digitais de Santa Catarina é avaliada com nota máxima pela CLP

Ranking colocou Santa Catarina em 1º lugar no comparativo entre os estados brasileiros

O Centro de Liderança Pública (CLP) divulgou o “Ranking de Competitividade dos Estados 2020” dando nota máxima para Santa Catarina no quesito oferta de serviços públicos digitais. É possível relacionar a nota, que garantiu ao estado o 1º lugar, à meta estabelecida pelo Governo do Estado de promover a Transformação Digital e criar um “Governo sem papel”. Dentro do governo esse trabalho têm ficado sob a responsabilidade da Secretaria de Estado da Administração (SEA) que conta com o suporte tecnológico do Centro de Informática e Automação do Estado de Santa Catarina (CIASC).

Santa Catarina teve resultados muito positivos no ranking, sendo o estado com mais indicadores acima da média da OCDE, organização que reúne as principais economias do mundo. Quanto ao indicador de serviços públicos digitais, esse foi o primeiro ano em que a CLP avaliou esse fator para elaborar o ranking, e Santa Catarina foi um dos dois únicos estados a atingir a nota máxima, de 100 pontos, ao lado de Minas Gerais. A excelente avaliação em relação a esse novo indicador foi importante inclusive para que o estado tivesse a nota máxima também no quesito mais amplo, de eficiência da máquina pública, que além da oferta de serviços públicos digitais também leva em consideração aspectos como o índice de transparência e a eficiência do judiciário.

Sobre a questão da eficiência da máquina pública, o governador Carlos Moisés comentou “Nós enxugamos a máquina, economizamos mais de R$ 360 milhões para os cofres públicos com revisão de contratos, inovação e desburocratização de processos. Ou seja, com transparência e qualidade na gestão, sobra mais dinheiro do cidadão para áreas essenciais, como saúde, educação e infraestrutura. O resultado é que hoje somos o estado mais eficiente do país”.

Já o presidente do CIASC, Sérgio André Maliceski, comentou sobre a relação entre a meta de promover a Transformação Digital do Estado e a avaliação sobre a oferta de serviços públicos digitais. “A Transformação Digital do Estado possibilita medir o grau de satisfação do cidadão com relação aos serviços prestados pelo Governo e, também como indicador para demonstrar que o Estado seja mais competitivo, eficiente e transparente. Este resultado mostra o grau de excelência e as boas práticas na prestação dos principais serviços públicos ofertados pelo Governo para o Cidadão. O propósito aqui, é que o cidadão conte cada vez mais, com  os  serviços públicos prestados ampliados, para atendimento por meios digitais”. 

Sobre o Ranking de Competitividade

Desenvolvido pelo CLP – Liderança Pública, o Ranking é uma ferramenta de avaliação da gestão pública no Brasil e tem como missão prover diagnósticos de áreas essenciais da administração pública. Para isso, analisa 73 indicadores distribuídos por 10 áreas-chave: Infraestrutura, Sustentabilidade Social, Segurança Pública, Educação, Solidez Fiscal, Eficiência da Máquina Pública, Capital Humano, Sustentabilidade Ambiental, Potencial de Mercado e Inovação.