CIASC recebe MTI de Mato Grosso para troca de experiências

Representantes da Empresa Mato-grossense de Tecnologia da Informação (MTI) estiveram na sede do Centro de Informática e Automação do Estado de Santa Catarina (CIASC), nesta quinta-feira, dia 3. A visita teve o objetivo de compartilhar experiências e iniciativas de modernização desenvolvidas pelas estatais irmãs no âmbito da administração pública.

Durante a manhã, os presentes acompanharam uma apresentação voltada ao setor administrativo e jurídico de ambas as empresas. Foram tratadas possibilidades e modelos de contratação, Lei das Estatais 13.303/16, parcerias, entendimentos dos Tribunais e especialistas, bem como outros aspectos referentes ao processo legal e administrativo à implementação de produtos e serviços pertinentes.

Já no turno da tarde, as atividades foram direcionadas às equipes técnicas. Os convidados puderam conhecer o poder computacional que o CIASC oferece e a infraestrutura de Data Center que atende às demandas de armazenamento de dados do governo.

Os desafios enfrentados pelos órgãos de governo e, mais especificamente, pelas empresas de TI, estiveram entre os assuntos abordados nas agendas. As ações para implantação de nuvem no setor público e os processos de desburocratização de iniciativas estatais foram pautas das conversas a fim de avançar na modernização e na entrega de soluções.

Tanto o CIASC quanto o MTI estão aptos a oferecer serviços de virtualização e nuvem pública, privada e híbrida, para as instituições de governo.

O CIASC e o MTI foram pioneiros na contratação com a Google para fornecimento da plataforma de trabalho colaborativo em nuvem para o serviço público. As duas empresas são as primeiras estatais parceiras da multinacional de serviços online e softwares.

Para Antônio Marcos, presidente da MTI, a troca de experiências é uma das principais fontes de inspiração e aquisição de conhecimento que permite o surgimento de novas, boas ideias e o encontro de todas elas. Os dois Estados têm muito o que aprender um com o outro, além de poder se ajudar.

“Juntos podemos somar forças para discutir o que é importante para cada cidade, conhecer outras experiências de gestão possibilitará consolidar, em Mato-Grosso, uma gestão inovadora, focada em trazer uma melhor qualidade nos serviços e uma gestão mais eficiente dos recursos de tecnologia para o nosso Estado”, afirma.

De acordo com o presidente do CIASC, Sérgio André Maliceski, a aproximação entre MTI e CIASC busca fortalecer a relação das empresas, avançar em novos projetos e soluções para a administração pública, desenvolver integrações entre serviços e tecnologias, e prover serviços digitais que impactem diretamente na vida do cidadão.

“A proposta de atuação colaborativa pretende envolver as competências e aproveitar a expertise de cada empresa, ainda, considerar as necessidades de resultados tecnológicos e as especificidades jurídicas dos dois estados, para desenvolver as iniciativas de forma mais ágil e satisfatória”, pontuou Maliceski.

Também estiveram presentes o vice-presidente de Tecnologia, Luís Haroldo de Mattos, o vice-presidente Administrativo e Financeiro, João Mário Martins, o gerente da Unidade de Gestão Estratégica de Inovação (UGEIN) da MTI, Paulo Márcio Pinheiro Macedo, o Gerente Administrativo, Sidinei Alex Masiero, e o Assessor Jurídico, André Reiser Rebello.