Ciasc realiza reunião com representantes da Acate e Prefeitura de Florianópolis para debater parcerias tecnológicas

Nesta quarta-feira, 19 de junho, representantes do Centro de Informática e Automação do Estado de Santa Catarina, Associação Catarinense de Tecnologia (Acate) e Prefeitura Municipal de Florianópolis se reuniram no Ciasc para debater sobre futuras parcerias entre as instituições visando o fortalecimento do setor tecnológico no Estado.

Na ocasião, o diretor da vertical de Conectividade & Cloud da Acate, Diego Brites Ramos, apresentou sobre o cenário das empresas de tecnologia, apontando que atualmente Santa Catarina possui a maior concentração de startups do país com 14 centros de inovação: Florianópolis, Palhoça, Balneário Camboriú, Itajaí, Tubarão, Joinville, Criciúma, São Bento do Sul, Jaraguá do Sul, Blumenau, Rio do Sul, Lages, Chapecó e São Miguel do Oeste. Ele ressaltou também que a consolidação do cenário existente é resultado de um trabalho de anos de construção.

Em relação a tecnologia para gestão pública, Diego Brites destacou que “a digitalização dos governos não é só uma tendência, mas uma realidade existente que traz economia, melhores serviços para os cidadãos e transparência”. Em razão disso, as empresas de tecnologia, tanto privadas quanto públicas, devem saber identificar oportunidades e terem a percepção de parceria entre si como forma de fortalecer a rede tecnológica e econômica gerada a partir delas.

O vice-presidente de tecnologia do Ciasc, Luiz Haroldo, reforçou o papel da instituição e afirmou que a maior missão do Ciasc hoje é mudar a percepção de imagem do órgão interna e externamente. “Sabemos que esse é um processo de construção de percepção, mas reconhecemos o potencial tecnológico que o Ciasc possui e também o que pode oferecer em parcerias com outras empresas. É importante que todos entendam o quão essencial é essa aproximação e a partir disso que os esforços se concentrem realmente no fortalecimento dessa rede de troca de capacidades”, finaliza.