Ciasc e Secretaria da Fazenda apresentam novidades para o cartão CPESC

A partir de agora os envios de remessas serão automatizados pelo sistema e enviados ao Banco do Brasil com mais agilidade e segurança

Nesta quarta-feira, 26 de junho, o Centro de Informática e Automação do Estado de Santa Catarina (Ciasc) e a Secretaria de Estado da Fazenda (SEF) apresentaram para representantes da Secretaria de Educação (SED), Secretaria da Saúde, Polícia Civil, Fatma e Cidasc, novidades sobre o cartão CPESC, o sistema gerenciador de pagamentos do Estado.

O gestor do produto e líder de time no Ciasc, Fabio Amaral, abriu o evento juntamente com Emanuela Seemann Hunttemann, contadora da Fazenda Estadual. Na ocasião foi reforçada a importância do cartão CPESC para os órgãos que o utilizam, evidenciando os benefícios de autonomia, transparência, controle e eficiência. Implantado há 6 anos, com projeto piloto na Secretaria de Educação, o CPESC viabilizou uma nova forma de gerir os recursos públicos.

A novidade anunciada da automatização de remessas ao Banco do Brasil foi apresentada por Fabiano Bicheski, desenvolvedor responsável pelo CPESC. Com receptividade positiva, ele explicou que as remessas serão automatizadas por meio do Sistema de Gestão do programa, sem que o usuário precise fazer o download no CPESC e enviar o arquivo através de upload no autoatendimento do banco.

A coordenadora do cartão CPESC na SED, Tatiana Manffra e a analista Priscila Alexandre Rodolfo, fizeram uma breve apresentação de prestação de contas após o anúncio da automatização e ressaltaram a importância do sistema gerenciador para a Secretaria de Educação. Para Tatiana “o cartão CPESC é um salvador para o gerenciamento de gastos na secretaria. Por meio dele nós conseguimos ter controle de forma muito mais eficaz das necessidades de cada escola e também no que cada um está investindo, o que nos possibilita evitar gastos indevidos”, declarou.

Além disso, também foram sugeridas melhorias para compor o decreto que regulamenta o programa CPESC.