Ciasc deve fechar parceria com o Google para sistema de computação em nuvem

Florianópolis (29/9/2011) – Visando agregar conhecimento, bem como trocar experiências e estratégias para maior atualização na área tecnológica, o presidente do Centro de Informática e Automação do Estado de Santa Catarina – Ciasc, João Rufino de Sales, participará de eventos nos Estados Unidos, entre os dias 1º e 7 de outubro. A agenda inclui a abertura do Oracle Open World e visitas à Singularity University, a empresa Cisco e ao Google. Na ocasião, o Ciasc deverá fechar parceria com o Google para sistema de computação em nuvem.

“Nossa participação está de acordo com a política definida pelo governador Raimundo Colombo, executada pelo secretário do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Paulo Bornhausen, de trazer para Santa Catarina a indústria do conhecimento”, explica o presidente do Ciasc. A Oracle Open World é o mais importante evento educacional e redes do ano para tecnólogos, clientes e parceiros, uma conferência profunda e abrangente com a tecnologia Oracle. A feira, que acontece em São Francisco, na Califórnia, atrai parceiros nas áreas de hardware, software, consultoria, implementação e serviços.

Ainda na Califórnia, no campus da Nasa, está a Singularity University. Segundo seus idealizadores, Ray Kurzweil e Peter Diamandi, a universidade foi criada com o objetivo de preparar líderes que possam compreender os avanços das tecnologias exponenciais e aplicar este conhecimento para ajudar a solucionar os desafios em uma esfera global. “Alguns programas de graduação incluem áreas gerais de Saúde, Educação, Energia e Segurança, além de temas mais específicos, como sustentabilidade e reutilização de resíduos sólidos”, comenta Rufino, relatando ainda que a Singularity propõe competições de impacto global.

A Singularity University tem apoio de diversas empresas, como AutoDesk, Ideo, IBM, Google e Cisco. Estas duas últimas também serão visitadas pelo presidente do Ciasc, nas próximas quarta (5) e quinta-feira (6). “Principalmente no Google, queremos fechar parcerias para o sistema do Ciasc de computação em nuvem”, revela Rufino.